Pular para o conteúdo principal

Postagens

Eleições 2018 - Cálculo eleitoral

Na última pesquisa do Instituto Datafolha, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pontuou 1% das intenções de votos. Um sinalizador  que deve ser levado em conta diante das combinações. 

O cenário definitivo de quem vai disputar á presidência da República conheceremos em abril, mas já é possível ver dos que não confirmaram uma pré-candidatura, o que vem sendo revelado na disposição da luta pela vaga no partido. Claro que  combinações e muita articulação política, contam sempre, principalmente em ano eleitoral. E como muitos adotam o auxílio das pesquisas, afim de conquistar a confiança de seu eleitorado com suas estratégias de campanha, dados também são encomendados. 

Maia é cotado como possível candidato do DEM à Presidência. E não é de hoje que seu nome vem sendo ventilado. Caso não confirme, deve vir como deputado-federal, no qual, inclui neste cenário uma nova disputa para continuar no comando da Câmara. 

Nesta semana, em um evento com empresários em SP, Maia disse que a &…
Postagens recentes

Recesso parlamentar termina no Congresso após 45 dias; e a corrida pelos votos para aprovar a reforma da previdência, não parou e nem avançou

O recesso parlamentar termina nesta segunda (5), quando o Congresso Nacional retoma suas atividades.  Mesmo antecedendo o carnaval e mais uma folguinha, os bastidores é de muita articulação e alinhamento por causa da reforma da previdência - que tem pauta prevista na Câmara dos Deputados daqui a duas semanas.

Como o ano é eleitoral e temos em abril a reforma ministerial, o objetivo e de uma aprovação ainda este mês. O cronograma foi apresentado em dezembro do ano passado, pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Por se tratar de uma emenda à Constituição, o projeto da reforma precisa de ao menos 308 votos favoráveis em dois turnos de votação na Casa. Só assim, poderá seguir para a análise do Senado.

Por isso, o desenho para discussão da proposta; já com reunião realizada hoje, é de início imediato, pois a votação pode começar no dia 20 de fevereiro. 

Os governistas trabalharam no recesso parlamentar para fechar o número de votos necessários. O presidente Michel Temer intensifi…

Entenda um pouco mais sobre o auxílio-moradia que subsiste a todos os poderes da União

Muito se tem questionado sobre o auxílio-moradia para ocupantes de cargos públicos. Este benefício tem como origem da transferência em 1960 da Capital Federal (Rio de Janeiro) para Brasília (DF). Na época, deputados e senadores verbalizaram a falta de condições financeiras para mudança, moradia e viver na cidade devido aos custos da transferência. Foi então que foram destinados a eles (criado por eles), os apartamentos funcionais. E o Estado passou ser o responsável para prover as moradias para os servidores que não fossem originalmente do município em que trabalhavam. E como efeito cascata, o benefício se estendeu aos militares e juízes. 

No portal da Câmara dos Deputados, o auxílio-moradia é o reembolso das despesas com estada ou moradia no Distrito Federal. Os Deputados que não ocupam um dos imóveis funcionais da Câmara têm direito a este auxílio e devem comprovar suas despesas por meio de notas fiscais ou recibos.
Uma matéria publicada neste domingo (4), na Folha de SP, mostrou que …